Anberlin

segunda-feira, 10 de outubro de 2011
oo

  • Gênero: Rock AlternativoAno: 2002 - atualmente
    País: Estados Unidos
  • Stephen Christian - Vocais
  • Nathan Young - Bateria
  • Deon Rexroat - Baixo
  • Joseph Milligan - Guitarra
  • Christian McAlhaney - Guitarra

  • Anberlin é uma banda americana de rock alternativo formada na Flórida, em 2002.



  • Anberlin é uma banda americana de rock alternativo formada na Flórida, em 2002. Com Stephen Christian no vocal, Deon Rexroat no baixo, Joseph Milligan na guitarra, Nathan Young na bateria e Christian McAlhaney na guitarra, a banda já gravou quatro álbuns e um EP em seus seis anos de carreira.

    O vocalista Stephen Christian conheceu o baixista Deon Rexroat quando ainda estavam na escola e formaram uma banda de punk cristão, chamada SaGoh (Servant's after God's own heart) 24/7. Nessa época, se juntaram à banda o baterista Sean Hutson e o guitarrista Joseph Milligan. Com formação completa, SaGoh 24/7 gravou dois álbuns Servants After God's Own Heart (1999) e Then I Corrupt Youth (2001), ambos pela Rescue Records. Depois de uma vendagem de 1.300 álbuns, o baterista Hutson deixa a banda para se dedicar à família e Nathan Young o substitui. Stephen e Joseph dão início a um projeto acústico, o qual é nomeado Anberlin, após uma sugestão de Joseph, desenvolvendo assim, um som voltado para o rock. Algumas músicas de SaGoh 24/7 são regravadas, criando uma nova banda de rock alternativo.

    Anberlin foi oficialmente criada em 2002, após serem abordados pelas Tooth & Nail Records. Quase um ano após sua criação, gravaram Blueprints for the Black Market, o 1º álbum, produzido por Aaron Sprinkle, que não foi tão bem nas paradas de sucesso da época, mas o single Readyfuels provou que o álbum tinha tudo para ser bem sucedido, vendendo cerca de 6.000 cópias. A partir de uma turnê com outras bandas e promoções na internet, surgiram fãs da banda. Nessa época, o guitarrista Joey Bruce foi tirado da banda, pois, de acordo com Stephen, para Joey "tudo era sexo e drgas" e ele estava tomando rumos diferentes que o restante da banda. Depois de várias falhas em substituições, Nathan Strayer, do The Mosaic, assumiu o posto de Joey, que hoje é vocalista e guitarrista da banda Mouse Fire.

    Após lançarem Blueprints for a black market, entraram em estúdio para gravarem um novo álbum, Never Take Friendship Personal, produzido novamente por Aaron Sprinkle e lançado em 2005. Com esse álbum, chegaram à posição #144, do Top 200 da Billboard. O álbum foi muito bem recebido pelo críticos, em relação ao Blueprints for a black market, que geraram opiniões favoráveis à banda. Antes do lançamento de Never Take Friendship Personal, a banda disponibilizou apenas uma música do álbum por uma semana no site PureVolume e no MySpace, além do próprio site da banda. Dois singles foram disponibilizados: A Day Late e Paperthin Hymn. Ambos foram sucesso nas rádios de rock alternativo, assumindo então a posição #38 das paradas de sucesso do Rock Moderno. Anberlin participou de uma série de compilações nessa época, regravando alguns músicas de Bob Dylan, como Like a Rolling Stone, de Depeche Mode, como Enjoy the Silence e a música Christmas (Baby please come home).

    O terceiro álbum gravado por Anberlin, Cities, também foi produzido por Aaron Sprinkle e lançado no começo de 2007. Vendeu 34.000 cópias na primeira semana, subindo para a posição #19 do Top 200 da Billbord e recebeu elogios dos críticos. Antes do lançamento de Cities, a banda lançou um EP, Godspeed, exclusivo no iTunes no fim de 2006 para mostrar uma prévia do quer seria o álbum. Com o lançamento do álbum Cities, Anberlin iniciou sua primeira turnê, apoiados por bandas como Bayside, Meg & Dia e Jonezetta. Em uma entrevista sobre o álbum, Stephen comentou que as letras das músicas, comparando com toda a discografia, estavam mais maduras neste álbum. "O primeiro CD (Blueprints for the black market) foi infantil da maniera que era Homem vs Mundo. Cities é mais adulto na maneira que se torna Homem vs Ele mesmo." Um dia antes do lançamento de Cities, foi anunciado que o guitarrista Nathan Young dexaria a banda para voltar ao The Mosaic e Christian McAlhaney, da banda Acceptance, poderia assumir o posto vago. As composições do álbum que não foram lançadas na época em Cities, formaram um álbum chamado Lost Songs, lançado em 20 de novembro de 2007.

    Em 16 de agosto de 2007, Anberlin assina contrato com a Universal Republic Records e, desde então, começaram a compor um novo mateira para sua grande estréia no selo, lançando no mercado em Agosto de 2008. Este será o primeiro álbum da banda não distribuído pela Tooth & Nail Records ou produzido por Aaron Sprinkle. Em fevereiro deste ano se iniciaram as oito semanas de sessões de gravação com o famoso produtor Neal Avron (New Found Glory, Yellowcard). Stephen Christian disse em uma entrevista: "Nós estamos muito empolgados com este trabalho com o Neal. Eu acho que nossos fãs vão adorar quando ouvirem o resultado final". Stephen também falou sobre as dificuldades em compor este álbum: "Quando você tenta escrever 29 músicas, você acha que está trabalhando em círculos. Eu só quero ir muito além nesse 1 ano, tenho me dedicado, procurando em livros, em arte e nos amigos para obter novas direções." A banda tem registrado com uma webcam os momentos vividos em estúdio para exibir aos fãs, através do MySpace.

  • http://1.bp.blogspot.com/-mpFk0DNsUik/TicAdMXHzoI/AAAAAAAADDs/ssPBcMq44os/s1600/Anberlin%2Bhm2.jpg

    0 comentários:

    Postar um comentário